Grupo de Estudos Joaquim Nabuco – Ano IV

O G.E. Joaquim Nabuco reúne pessoas comprometidas com a defesa das instituições tradicionais, das liberdades autênticas, do livre mercado e da pessoa humana, sob inspiração católica.

O homem insuficiente

ImagemPor Francisco Razzo

A autonomia do indivíduo não é um fato natural, embora a liberdade seja um princípio da nossa condição, não há soberania absoluta para o homem. Nascemos em uma família, independente da nossa vontade, e da qual, em última análise, não temos como renunciar.  Pode haver renúncia jurídica, mas jamais renúncia desse dado radical da nossa historicidade: somos filhos, irmãos, netos, sobrinhos e primos; vivemos em uma época específica, em um lugar específico etc.

A autonomia é uma conquista limitada, fruto de um esforço pessoal radical em um ambiente cultural adequado, que se ganha com muita dificuldade e se perde com extrema facilidade. A liberdade é mais difícil do que se imagina: se é uma virtude, então corre o risco de se despencar no vício, no servilismo. Não se chega à liberdade por decretos. E ninguém faz mal a si sem fazer mal a outro.

 A ideia de que o homem é uma unidade autônoma autorreferente não passa de uma imagem vã e antinatural. O coletivismo radicaliza a relação de um homem com sua comunidade, enquanto o individualismo radicaliza a autonomia soberana do indivíduo.

O primeiro constrói governos em nome do “social” – símbolo máximo da relação comunitária do homem –, enquanto o segundo nega a função do governo em nome do individual – símbolo da soberania da determinação de um homem.  Sendo assim, não se trata de buscar o meio termo, mas compreender o homem em sua totalidade. Só a partir da antropologia filosófica chega-se à filosofia política.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 4 04America/Belem junho 04America/Belem 2014 por em Civilização, Coletivismo, Filosofia, Francisco Razzo, Indivíduo, Moral, Religião e marcado , , , , .
%d blogueiros gostam disto: